Total de visualizações de página

VAMOS ABORDAR ASSUNTOS GERAIS RELACIONADOS AO NOSSO BEM-ESTAR, À SAÚDE FÍSICA E PSÍQUICA, MENSAGENS, FRASES E TEXTOS DE AUTO-AJUDA!...

Follow by Email

Pesquisar este blog

Seguidores

Translate

PÁGINA NO FACEBOOK_PARA CURTIR!...GRATA!

Mostrando postagens com marcador l-tanina. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador l-tanina. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 17 de abril de 2013

NUTRIENTES PARA A SAÚDE DO CÉREBRO


Zinco

Zinco é um mineral que deixa o cérebro alerta, melhora a capacidade cognitiva, reduz a fadiga cerebral e ajuda a organizar os pensamentos. Tem potente ação antioxidante no cérebro, ajudando a prevenir o envelhecimento cerebral causado pela ação dos radicais livres.

Fontes – frutos do mar, ostras, sementes oleaginosas (de abóbora e girassol), carne, miúdos, peru, cogumelos, ovos, germe de trigo, levedo de cerveja, grãos integrais, amendoim, leite.

Selênio

O selênio é muito importante para a saúde do cérebro. Alguns estudos determinaram que quando há deficiência deste mineral podem ocorrer surtos de mau humor. Além disso, a deficiência de selênio no cérebro leva à rápida redução da capacidade cognitiva nos idosos. Curiosamente, os indivíduos com o mal de Alzheimer tinham somente 60% do selênio presente nos indivíduos controle.

Fontes – castanha do para (a melhor fonte), carnes, peixes em geral incluindo sardinhas, frutos do mar, aves, ovos, cereais integrais, semente de girassol e castanha de caju.

Vitamina C

Alimente seu cérebro com um dos mais potentes antioxidantes da natureza, a vitamina C. De acordo com um artigo publicado no Journal of the American Medical Association, homens com elevada ingestão de frutas ricas em antioxidantes estão menos propensos a perder suas faculdades mentais à medida que envelhecem.

Fontes – laranja, limão, acerola, melão, morango, maracujá, framboesa, mirtilo, goiaba, kiwi, abacaxi, tomate, brócolis, pimentão, broto de alfafa, pepino.

Polifenóis do chá

A planta do chá preto ou verde é a Camelia sinensis. Seu alto teor de flavonóides (catequinas e polifenóis) tem uma série de benefícios para a saúde, por sua ação antioxidante que ajuda a neutralizar os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular precoce. O chá tem ação energizante, pois é rico em xantinas (cafeína, teofilina e teobromina) que ativam o sistema nervoso central, deixando o cérebro mais ágil e alerta.

L-teanina

A L-teanina é um aminoácido presente no chá preto ou verde, que consegue atravessar a barreira hemato-encefálica, e age aumentando a produção de serotonina e dopamina, dois neurotransmissores ligados ao prazer, relaxamento e bem-estar. A teanina também aumenta as ondas alfa do cérebro, que induzem ao relaxamento.

Ferro

O ferro é um mineral essencial para o transporte de oxigênio pelas hemácias, os glóbulos vermelhos do sangue. A hemoglobina é uma molécula presente nas hemácias, e seu átomo central é o ferro. Quando existe uma anemia por falta de ferro, esta pessoa não vai ter a mesma capacidade de oxigenação dos tecidos, e o cérebro é um tecido que consome muito oxigênio para trabalhar, aproximadamente 25% do total de oxigênio inalado. Se a oferta de O2 é baixa, a performance cerebral fica comprometida.

Um estudo publicado na Revista Paulista de Pediatria mostra que crianças com anemia por falta de ferro apresentam problemas de desempenho cognitivo, principalmente na área da linguagem.  Segundo o Ministério da Saúde, pelo menos uma em cada cinco crianças brasileiras de todas as classes sociais sofre de deficiência de ferro. Esse mineral, além de ser o coração da hemoglobina, participa da produção de enzimas que ajudam a manter as células cerebrais ativadas.

A influência do ferro é indireta, ajudando na melhora da oxigenação cerebral. Pouco ferro, menos oxigênio. Por outro lado, o excesso de ferro é muito danoso ao tecido cerebral, porque vai aumentar a oxidação dos neurônios. Antes de comer muita carne vermelha ou de tomar um suplemento, é importante dosar o teor deste mineral no sangue.

Polifenóis da uva e do açaí

Um estudo publicado pela University of Cincinnati em 2009 encontrou resultados positivos na capacidade de aprendizado de pessoas idosas que consumiram 2 copos de suco de uva integral por dia. Outro estudo apresentado em 2003 na 1st International Conference on Polyphenols and Health também mostrou resultados positivos do suco de uva na memória recente e aprendizado, devido aos polifenóis. Estes compostos estão presentes nas uvas, no açaí, no mirtilo, na jabuticaba. Um estudo de 2008 publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry demonstrou os efeitos protetores dos polifenóis sobre o tecido nervoso, ajudando a prevenir a neurodegeneração e a inflamação no tecido cerebral. Os polifenóis, principalmente o resveratrol, age reduzindo a substancia amilóide, associada às alterações degenerativas do cérebro.

Ácido fólico


O folato ou ácido fólico ou vitamina B9 pertence à grande família do complexo B, que eu costumo chamar de “vitamina da felicidade”, ou seja, ela contribui para a saúde mental, o bem estar e o bom humor. Muitos estudos mostram a correlação de depressão e pensamentos sombrios ligados a um baixo nível de vitaminas do complexo B, incluindo o folato.

Segundo estudos realizados pelo Institute for Functional Medicine, na Flórida, mais de 40% dos casos de depressão são causados pela falta de ácido fólico no organismo.  Ele age como cofator na produção de serotonina, um neurotransmissor que garante o bom humor.

Fontes – cogumelos, tomate, folhas verdes (brócolis, couve, acelga, espinafre, rúcula, agrião, bertalha), pitanga, acerola, caju, feijão, lentilha, ervilha, grão de bico.

Hormônio D

A vitamina D é na verdade um hormônio. Ela age como um anti-inflamatório neuronal, ajuda a tonificar cérebros velhos, e trata a perda de memória ligada ao envelhecimento. A deficiência de vitamina D também está ligada ao mal de Parkinson e à depressão.

Fontes – dentre os alimentos, a melhor fonte é o óleo de fígado de bacalhau. Ovos, carne, peixe, leite integral e manteiga também contêm pequenas quantidades.  Nossa principal forma de obtenção de vitamina D é pela ação dos raios solares sobre a pele.

http://www.buscasaude.com.br/materias-medicina-avancada/nutrientes-para-a-saude-do-cerebro/